21 dias de oração

JUNTOS NA ORAÇÃO POR UMA GERAÇÃO MISSIONÁRIA

"Antes de tudo, peço que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças em favor de todas as pessoas."

2 Timóteo 2:1 - NAA

Paulo exorta os cristãos a fazerem “a intercessão” por todos os homens. Simplesmente porque a oração é tão essencial ao trabalho evangelístico como é a respiração, para se viver cada dia. Se alguém se recusar ou for incapaz de respirar, acabará morrendo. Se alguém se recusar a orar pelos perdidos, os esforços que fizer no sentido de ganhá-los para Cristo serão de nenhum proveito. É preciso que a oração traga vida àqueles que estão espiritualmente “mortos”.

A igreja do NT compreendeu a ligação entre oração e missão. Mesmo debaixo de forte oposição e ameaça, ela não orou pedindo caminho fácil. Antes, pediu a Deus que concedesse a ela ousadia para anunciar a Sua palavra e que o próprio Deus estendesse Sua mão para fazer grandes maravilhas através dela (At 4:29-30). O apóstolo Paulo, mesmo na prisão, pediu aos crentes que orassem por ele para que fosse ousado na proclamação do evangelho (Ef 6:19). Ele pediu oração para que Deus abrisse uma porta à palavra, a fim de o evangelho ser proclamado (Cl 4:3).

Quando oramos reconhecemos nossa dependência de Deus para cumprir a missão. Reafirmamos para nós mesmos que sem Ele nenhum coração se abrirá ao evangelho. “Por meio de muita oração importa que trabalheis pelas almas, visto ser este o único método pelo qual podereis atingir corações. Não é a vossa obra, mas a de Cristo, que Se acha ao vosso lado, e que impressiona os corações (Evangelismo, 342).

Você sabe o que acontece quando intercedemos por alguém na oração? A palavra “interceder” (hebraico: pagha) na mentalidade hebraica significa “enfrentar, arremeter, solicitar, fazer as pazes”. As orações que fazemos pelos perdidos promovem “encontros” de reconciliação entre eles e Deus. As orações de intercessão promovem reconciliação entre o pecador e Deus e dissolução entre o pecador e Satanás. Assim a oração de intercessão é um elemento-chave “no ministério da reconciliação”, no qual todo cristão é chamado a participar (2 Coríntios 5:18 e 19).

“Obreiros humildes que não confiam na sua própria força, mas que trabalham com simplicidade, confiando sempre em Deus, irão compartilhar a alegria do Salvador. Suas perseverantes orações atrairão pessoas à cruz. Em cooperação com os esforços abnegados deles, Jesus comoverá os corações, operando milagres na conversão de almas.” (Testemunhos para a Igreja, 7:27)

Percebemos, portanto, que oração é necessária não somente para demolir as “fortalezas” do inimigo, mas também para promover a salvação dos perdidos. E aí? Depois de saber tudo isso eu tenho um convite para você. Participe conosco desta Jornada de 21 dias de oração. Juntos vamos interceder por nossos amigos e buscarmos meios para levá-los a reconciliação com o nosso Criador.


Pr. William Moreira

Ministério Pessoal e Evangelismo

Missão do Tocantins

👉🏼 BAIXAR A JORNADA 👈🏼